top of page
  • gt4975

José Carlos Pires e Francisco Abreu vencem com final na chuva


José Carlos Pires e Francisco Abreu, em BMW M4 GT4 da Speedy Motorsport, venceram a primeira corrida da terceira etapa do Iberian Supercars Endurance, que se realiza no Circuito de Jerez, impondo-se numa prova em que a chuva marcou a ponta final.


A grande questão no início da corrida era quais os pneus a montar para o início da corrida, uma vez que nuvens bem carregadas trazidas pelo vento ameaçavam chuva, que já tinha caído timidamente, não marcando o circuito o suficiente para obrigar a escolher de borrachas de molhado.


No arranque, apesar dos ataques de Nuno Pires, no Mercedes AMG GT4 da Lema Racing, José Carlos Pires susteve as investidas do seu irmão, tendo este ficado exposto aos seus perseguidores, o que permitiu que o piloto do BMW da Speedy Motorsport ganhasse rapidamente uma vantagem confortável.


Nuno Pires acabou por cair para o quinto posto, perdendo posições para o Audi R8 LMS GT4 da Veloso Motorsport pilotado por Jorge Rodrigues e para os Mercedes AMG GT4 da Racar Motorsport, Manuel Gião, e da NM Racing Team, Guillermo Aso.


A vantagem de José Carlos Pires para Jorge Rodrigues, foi aumentando, roçando os cinco segundos, mas na quinta volta, Manuel Gião passou para o segundo posto e começou a ganhar tempo ao líder, ficando a um segundo deste.

Com a chuva a cair, ainda sem grande intensidade, os dois pilotos da frente alongaram o máximo possível o seu ‘stint’, tentando parar no momento em que fosse necessário trocar os slicks por pneus de molhado, mas isso acabou por não acontecer, tendo os dois entrado nas boxes na mesma volta e muito perto do final da janela de troca de pilotos.


Com Francisco Abreu agora aos comandos do BMW da Speedy Motorsport, Roberto Faria, no Mercedes AMG da Racar Motorsport, começou inicialmente a ganhar algum tempo ao madeirense, mas então a chuva começou a cair insistentemente, molhando a pista e então o líder foi-se afastando decisivamente, caminhando com segurança para a terceira vitória da temporada do duo da divisão GT4 Pro.


O jovem brasileiro Roberto Faria, na sua estreia na mais importante competição de pista da Península Ibérica, assegurou o segundo posto, não sendo incomodado por Elias Niskanen, no Mercedes AMG da Lema Racing, que conseguiu recuperar até terceiro, mas quando choveu resolveu não arriscar, uma vez que estava demasiado longe dos dois primeiros para os poder ameaçar.

Guillermo Aso assinou uma boa prestação, levando o Mercedes AMG GT4 da NM Racing Team até ao quarto posto, ficando à frente de Jorge Rodrigues e Patrick Cunha, que venceram a GT4 Bronze.


O duo do Audi geriu bem a sua vantagem para o Mercedes AMG GT4 partilhado por Luís Calheiros e Paulo Macedo, que realizaram uma corrida de grande nível aos comandos do carro da Lema Racing, batendo Alfonso Colomina, o terceiro classificado da divisão, num McLaren 570S GT4 da SMC Motorsport.


Nos Turismos, Daniel Teixeira realizou uma corrida de recuperação, depois dos problemas de ontem na qualificação o terem enviado paro o último lugar da grelha de partida, subindo até décimo primeiro geral, numa prestação impressionante.


O piloto do Cupra TCR da JT59 Racing venceu a divisão TCR, batendo Beatriz Correia e Manuel Correia, num carro semelhante da JC Group Racing Team, que na sua estreia da competição aos comandos da máquina espanhola asseguraram um meritório segundo lugar, em condições muito difíceis e com problemas na caixa de velocidades.

Héctor Hernández e Borja Hormigos, em BMW M235i Racing da Autoworks Motorsport, levaram de vencida a prova da divisão TC, sendo acompanhados na subida ao pódio pelos estreantes Miguel Romero e Manuel Almeida, em Ginetta G40 da Monteiros Competição, e Javier Serrano e Cesar Moreno, em Mini Cooper da também debutante PRM Racing.


Na GTX, o Aston Martin Vantage AMR GT4 da Araújo Competição dividido por Álvaro Ramos e Fernando Soares esteve em grande luta com o McLaren 570S GT4 da Speedy Motorsport partilhado por Miguel Nabais e André Nabais. No entanto, estes acabariam por abandonar com um radiador partido depois de um toque nos seus adversários directos, tendo a dupla da equipa de Lisboa caminhado para um triunfo seguro, apesar da chuva.


Ruben Vaquinhas, no novíssimo Aston Martin apoiado pela Racar Motorsport, terminou a sua primeira corrida aos comandos da máquina britânica no segundo posto. Numa corrida que teve um final difícil, Steve Kirton e Jonathan Elsworth, num dos Ginetta G50 da Tockwith Motorsports, fechou o pódio da GTX.

Segundos classificados na GTC, apenas atrás do Aston Martin de Álvaro Ramos e Fernando Soares, Dave Bennett e Marcus Fothergill venceram novamente na Cup, o que lhes permite agora liderar confortavelmente a divisão para os carros provenientes das competições monomarca da marca alemã.


A segunda corrida da jornada realiza-se às 16h15 (hora portuguesa), prevendo-se chuva. Pode ser seguida em directo nas redes sociais do Iberian Supercars Endurance.


Comments


bottom of page