top of page
  • gt4975

Qualificações disputadas ao milésimo em Jerez


As qualificações para a ronda do Circuito de Jerez do Iberian Supercars Endurance, a terceira etapa da temporada, foram disputadas ao milésimo, tendo os pilotos de levar os seus carros ao limite para alcançar o melhor lugar possível para a grelha de partida das corridas de amanhã.


Todos aguardavam com grande antecipação pelo primeiro grande embate competitivo após a pausa de verão e as expectativas não saíram defraudadas, com lutas intensas em todas as divisões que agarraram o público presente na pista andaluz até à bandeira de xadrez de ambas as sessões.



Qualificação 1: José Carlos Pires dita a lei do BMW


Como sempre, a batalha entres os GT4 Pro foi dura, mas José Carlos Pires esteve um ligeiro passo à frente da concorrência, registando uma marca, 1m52,638s, que revelou ser inalcançável para a sua concorrência.


O seu irmão, Nuno Pires, acabou por ser quem mais se aproximou do seu tempo, tendo assegurado o segundo posto no Mercedes AMG GT4 da Lema Racing, prosseguindo o duelo que têm vindo a protagonizar desde o início da temporada com o piloto da marca bávara.


A luta pelo segundo posto foi bastante mais intensa e disputada com cinco carros separados por oito décimos de segundo.


O piloto da Lema Racing teve de atacar para se impor perante um Manuel Gião – também num Mercedes AMG GT4, mas da Racar Motorsport – que ficou a apenas 0,137s da primeira linha para a corrida matinal de amanhã.


O Campeão em título assistiu à aproximação do Audi R8 LMS GT4 da Veloso Motorsport, tendo Jorge Rodrigues realizado uma volta de elevado nível que o levou até ao quarto posto da tabela de tempos, conquistando ainda pole-position entres os concorrentes da GT4 Bronze.


Nesta luta particular, o piloto do carro de Ingolstadt bateu o seu mais sério adversário, Alberto de Martín, tendo o espanhol aos comandos do Mercedes AMG GT4 da NM Racing Team assegurado o segundo posto na sua divisão, o que promete mais uma querela entusiasmante na corrida de amanhã para as honras da GT4 Bronze. Paulo Macedo, num Mercedes AMG GT4 da Lema Racing, não ficou longe, com o sétimo posto da geral, terceiro, logo atrás do carro semelhante de Guillermo Aso, quarto da GT4 Pro.

Miguel Nabais foi, talvez, a grande surpresa da primeira qualificação, uma vez que num carro que desconhecia, o McLaren 570S da Speedy Motorsport, e numa pista que nunca tinha visto, assegurou a pole-position da GTX, superando Fernando Soares por 0,013s, o que diz bem da luta se viveu entre estes dois pilotos.


Héctor Hernández impôs o seu BMW M240i Racing entre os carros de Turismo, tendo ainda sido o mais forte dos TC. O piloto da Autoworks Motorsport beneficiou dos problemas de Daniel Teixeira, que não conseguiu evitar uma saída de pista, para se impor na sua categoria.


Entre as novidades do fim-de-semana, Gabriela Correia, no Mercedes AMG GT4 da JC Group Racing Team, foi quem fez o melhor tempo, décimo sexto, ao passo que Miguel Romero, Ginetta G40 da Monteiros Competição, esteve envolvido numa animada luta com os Mini Cooper de Alejandro Barambio e de Javier Serrano, ambos da PRM Racing, tendo o trio ficado por esta ordem.


Beatriz Correia, que se estreava na competição aos comandos de um Cupra TCR, não pôde efectuar qualquer volta, devido a problemas no selector da caixa de velocidades do carro espanhol.

Qualificação 2: Elias Niskanen lidera trio de Mercedes


Se na primeira qualificação da jornada a animação foi a nota dominante, na segunda o empolgamento tomou conta de todos os que seguiram a evolução dos tempos em pista.

Foram diversos os pilotos que passaram pelo comando da tabela de tempos, acabando os oito primeiros separados por menos de um segundo, evidenciando uma competitividade extraordinária.


No final, Elias Niskanen, apesar de ter assumido que cometeu um erro na sua volta, assumiu-se como o mais rápido, batendo Nil Montserrat por uns inexpressivos 0,030s. O espanhol, da NM Racing Team, conquistou a pole-position da GT4 Bronze, alinhando na primeira linha ao lado do finlandês da Lema Racing, que foi o mais forte da GT4 Pro.


O jovem brasileiro Roberto Faria, que se estreia este fim-de-semana no Iberian Supercars Endurance, registou o terceiro crono, colocando o Mercedes AMG GT4 da Racar Motorsport à frente do Audi da Veloso Motorsport pilotado por Patrick Cunha, que foi o segundo mais rápido da GT4 Bronze.


Francisco Abreu esteve envolvido na luta pela pole-position, mas acabou por ficar na quinta posição, tendo-se queixado do tráfego em pista, que o impediu de concretizar o potencial do BMW da Speedy Motorsport.

Guillermo Aso, que corre sozinho aos comandos de um carro da Estugarda da NM Racing Team, realizou o sexto crono à frente de Orlando Batina, BMW M4 GT4 (F82) da Batina Racing, que terminou no sétimo posto a oito décimos de segundo de Niskanen, depois de ter passado pela primeira posição da tabela de tempos.


Na GTX, André Nabais replicou o andamento do seu irmão e conquistou a pole-position da divisão, voltando o McLaren 570S da Speedy Motorsport a ter como grande adversário o Aston Martin Vantage AMR da Araújo Competição, desta feita pilotado por Álvaro Ramos, que perdeu apenas 0,135s para o seu adversário.


Ruben Vaquinhas, ainda em período de adaptação ao Aston Martin operado pela Racar Motorsport, mostrou evolução, assegurando o terceiro posto da divisão.


Borja Hormigos prosseguiu o bom andamento aos comandos do BMW da Autoworks Motorsport e foi o mais rápido entre os carros de Turismo, acumulando ainda o melhor tempo da TC. O espanhol beneficiou da ausência de Daniel Teixeira, tendo José Correia sido o único representante dos TCR, no Cupra TCR da JC Group Racing Team.


Já a sua filha, Gabriela Correia, teve problemas técnicos no seu Mercedes AMG GT4, ficando no vigésimo segundo posto entre os dois Mini Cooper da PRM Racing, com Antonio Albacete a ser o mais rápido da equipa espanhola.

Manuel Almeida realizou uma prestação muito meritória aos comandos do Ginetta G40 da Monteiro Competições, registando o vigésimo posto da geral.


Depois das animadas qualificações de hoje, as corridas de amanhã são esperadas com grande expectativa, prevendo-se muitas lutas em pista e emoção, podendo o clima ter uma palavra a dizer, uma vez que está prevista chuva para domingo.


Ambas as provas podem ser acompanhadas em directo nas redes sociais da competição e a primeira em directo na A Bola TV, às 9h00.


コメント


bottom of page