top of page

Novidades & Curiosidades do paddock


O Campeonato de Portugal de Velocidade e o ibérico Supercars Endurance arrancou hoje oficialmente, existindo algumas novidades e curiosidades para o Algarve Welcome Spring, assim como para a temporada.



Inscritos de última hora


Numa lista de inscritos que já se mostrava bastante numerosa, acabaram por ser adicionados mais três carros, todos pela mão da Tockwith Motorsports.


A equipa inglesa, para além do Ginetta G50 que já tinha inscrito para Tomás Pinto Abreu – que será acompanhado por Simon Moore – e do Porsche 911 Cup para Marcus Fothergill e Dave Bennet, coloca em pista, este fim-de-semana, mais dois Ginetta.


Um G50 será para Steve Kirton e Jonathan Elsworth, inscrito na divisão GTX, e um G55 GT4, para a GT4 Pro, que será dividido pelos portugueses Fábio Mota e Bruno Pires, o Campeão em título da GTC.


Manuel Vistas, por seu lado, partilhará os comandos do McLaren 570 Trophy da Araújo Competição com Rúben Vaquinhas.



Director corrida de gabarito mundial


Habituado a lidar com jovens promessas mundiais, Rui Marques será o director de corrida da ronda do Autódromo Internacional do Algarve do Campeonato de Portugal de Velocidade / Supercars Endurance.


O português é o responsável para policiar o que se passa durante as corridas de Fórmula 2 e Fórmula 3, ao longo dos eventos dos Grandes Prémios de Fórmula 1, tendo que lidar com a irreverência dos jovens lobos, o que por vezes se traduz em inúmeros incidentes que tem de analisar.


Desta feita, espera-se que Rui Marques tenha menos problemas para resolver, mas qualquer das formas, a sua autoridade, seguramente, que colocará na linha os pilotos que eventualmente ultrapassem os limites.



Seis Campeões Absolutos


O crescimento do Campeonato de Portugal de Velocidade e do Supercars Endurance tem sido evidente desde o início de 2022, sendo a prova cabal o número de inscritos para o evento de abertura da época deste ano, o que levou a uma reformulação da sua estrutura competitiva


Assim, de modo a agrupar automóveis com o mesmo nível de performances e promover justiça competitiva, serão atribuídos seis títulos absolutos – os de Campeão de Portugal de Velocidade de Grande Turismo e Vencedor do Supercars Endurance de Grande Turismo, Campeão de Portugal de Velocidade de Turismo e Vencedor do Supercars Endurance de Turismo, e Campeão de Portugal de Velocidade de GTC e Vencedor do Supercars Endurance de GTC.


Cada uma destas categorias – GT, Turismo e GTC – serão separadas em divisões, sempre com o intuito de promover a competição de forma equitativa e promover as batalhas em pista.


A GT será formada pelos GT4 Pro e pelos GT4 Bronze, ao passo que a categoria dos Turismos terá três divisões – TCR, TC e M2.


A categoria GTC, dedicada exclusivamente a Gentleman Drivers, terá duas divisões – a GTX, carros aceites pelo organizador, e Cup, modelos 997 e 911.1 ex-Porsche Carrera Cup.



Como encontrar os Campeões?


Até agora, definia-se os campeões através da soma dos pontos obtidos em cada uma das corridas que compunham a temporada, o que, episodicamente, poderia beneficiar equipas de pilotos mais regulares, mas não necessariamente as mais rápidas, uma vez que uma desistência por um azar poderia ter um forte impacto na decisão.


Para premiar os mais rápidos, impedir que seja a sorte ou o azar a definir os Campeões e para levar as decisões até à última prova, para este ano cada concorrente terá de suprimir da sua contabilidade os seus dois piores resultados, sem contar com as corridas da última ronda, que se realiza em Novembro no Autódromo do Estoril.



Tornar as corridas ainda mais emocionantes


Todos queremos corridas emocionantes e com lutas até à bandeira de xadrez.


Para evitar o domínio de um concorrente ao longo de um fim-de-semana, a organização decidiu aplicar handicaps de tempo aos vencedores de cada uma das divisões que compõem o campeonato.


Assim, os vencedores de cada uma das divisões na primeira corrida de cada evento terá um handicap de dez segundos para a segunda, o segundo classificado cinco segundos e o terceiro três.



As novas máquinas


Uma nova temporada tem sempre muitas novidades em pista e 2023 não é excepção, com dois carros que se estreiam, podendo aparecer mais com o decorrer da época.


Um deles será o novíssimo BMW M4 GT4 (G82) colocado em pista pela Speedy Motorsport para Francisco Abreu e José Carlos Pires, que se baterão pelas honras na GT4 Pro.


Para além do carro germânico, também Álvaro Ramos e Fernando Soares debutarão um Aston Martin Vantage AMR GT4.


O carro inglês será assistido pela Araújo Competição, Team Partner da AMR, estando inscrito na divisão GTC.


Outra novidade no Campeonato de Portugal de Velocidade e Supercars Endurance será o BMW M4 GT4 (F82), que a Batina Racing inscreverá na GT4 Pro para Orlando Batina e Sérgio Azevedo.



Jerez de la Frontera em estreia


Para 2023 o calendário do Campeonato de Portugal de Velocidade e do Supercars Endurance mantém-se estável, visitando os traçados mais importantes da Península Ibérica.


As pistas portuguesas continuam exactamente como em 2023, com o Autódromo Internacional do Algarve e o Autódromo do Estoril a marcar presença, aos quais se junta o Circuito Internacional de Vila Real.


Relativamente a Espanha, o Circuito Permanente del Jarama mantém a sua data, mas o Circuit de Barcelona – Catalunya abre espaço para o Circuito de Jerez.


O traçado andaluz é um dos mais modernos do país vizinho, tendo já uma longa história no automobilismo mundial, tendo sido o palco da decisão do título mundial de Fórmula 1 de 1997.


Jerez pontuará exclusivamente para o Supercars Endurance, ao passo que Vila Real terá o mesmo papel relativamente ao Campeonato de Portugal de Velocidade. As restantes etapas contarão para ambas as competições.

Comments


bottom of page