top of page

Toyota da Speedy apareceu quando era preciso


Realizou-se no Circuito de Jerez a qualificação para as primeiras corridas da temporada do Iberian Supercars, Campeonato de Portugal de Velocidade e a surpresa veio da Speedy Motorsport, que assegurou as duas pole-position com o Toyota dividido por César Machado e Jan Durán.

 

Este ano cada qualificação é dividida em dois segmentos, um dedicado aos GT4 e outro exclusivo para os Turismos e GTC.

 

A primeira qualificação da temporada teve como protagonistas os Turismos e GTC. Numa sessão em que os dois carros que não marcam pontos foram os mais rápidos, Aubrey Hall foi o mais lesto, superiorizando-se a Jemma Moore, ambos em Ginetta G55 da Tockwith Motorsports inscritos.

 

Álvaro Vela conseguiu a melhor marca da divisão GTX, concretizando as promessas que vinha a fazer desde os treinos-livres ao comando dos Ligier JS2 R da Chefo Sport. O espanhol ficou no terceiro posto da tabela de tempos a apenas quatro décimos e segundo de Aubrey Hall.



Daniel Teixeira, naquela que será a sua primeira prova no Hyundai Elantra N TCR da JT59 Racing Team, foi o melhor dos Turismos, não tendo ficado muito distante do piloto do Ligier, três décimos de segundo.

 

Rui Miritta conseguiu impor o seu Porsche 911 Cup da Monteiros Competição na divisão Cup, apesar da forte oposição de Dave Benett, aos comandos de um carro de Weissach da Tockwith Motorsports.

 

A segunda qualificação das categorias Turismo e GTC, que define a grelha de partida para a segunda corrida, foi disputada logo a seguir e desta feita foi Daniel Teixeira a levar a melhor aos comandos do seu Hyundai, batendo Fábio Mota, que faz equipa com Jemma Moore no Ginetta G55 da Tockwith Motorsport.

 

Logo atrás do piloto de Vila Nova de Gaia ficou Marcus Fothergill, em Porsche 911 da equipa inglesa, ficando a apenas 0,090s de Daniel Teixeira e assumindo-se como o mais rápido da Cup.

 

A divisão GTX foi uma vez mais dominada pelo Ligier da Chefo Sport, desta feita pelas mãos de Sébastien Villadary. Entre os TC, Rodrigo Ferreira e João Oliveira foram os mais rápidos na divisão preenchida pelos carros do FPAK Junior Team.



Foi então a vez de os GT4 entrarem em pista, esperando-se uma acirrada luta pelas pole-positions para as corridas de amanhã.

 

Miguel Lobo e Francisco Mora deixaram no ar a ideia de que poderiam ser os mais fortes nesta luta, mas o grande protagonista acabou por ser outro.

 

Na primeira qualificação César Machado levou o Toyota GR Supra GT4 EVO da Speedy Motorsport até ao topo da tabela de tempos, batendo Manuel Gião (Aston Martin Vantage AMR GT4 da Racar Motorsport) por uns inexpressivos 0,017s, mas ainda assim determinantes para que o estreante no Iberian Supercars assegurasse a pole-position no seu regresso às competições de elevado nível depois de alguns anos de interregno.

 

Bernardo Sousa colocou outro Toyota entre os primeiros, no terceiro, batendo Nerea Martí, que assegurou o quarto posto aos comandos do BMW M4 GT4 da BMW España Motorsport.

 

Stepan Suslov, que se está a estrear no desporto automóvel depois de alguns anos no karting, esteve num excelente nível e conquistou o melhor tempo entre os concorrentes da GT4 Bronze, superiorizando-se a Miguel Lobo e a Jorge Rodrigues, que aos comandos do Audi R8 LMS GT4 da Veloso Motorsport foi o segundo da divisão.



André Nabais, no Porsche 718 Cayman GT4 da Speedy Motorsport, foi o mais rápido na GT4 Am, com um tempo que o levou até ao décimo terceiro lugar da geral.

 

Esperava-se que, na segunda qualificação para os GT4, Francisco Mora pudesse responder à superioridade do Toyota na primeira sessão. No entanto, Jan Durán, que na única qualificação que realizara no Iberian Supercars assegurara a pole-position, o ano passado no Estoril, manteve o seu registo perfeito intacto.

 

O piloto da Speedy Motorsport deixou o seu adversário a uns expressivos três décimos de segundo, ao passo que Mathieu Martins registou o terceiro tempo aos comandos do Aston Martin Vantage AMR GT4 da Racar Motorsport, tendo este Carlos Vieira, em Toyota Supra GT4 EVO da Toyota Gazoo Racing Caetano Portugal, ao seu lado na segunda linha da grelha de partida para a segunda corrida de amanhã.

 

Nil Montserrat foi, desta feita, o mais rápido dos GT4 Bronze, ao passo que Patrick Cunha acabou em segundo da divisão a três décimos de segundo do espanhol.

 

Entre os GT4 Am foi, novamente, um Nabais, agora o Miguel, a levar a melhor, arrancando para a corrida de amanhã do décimo oitavo posto entre os carros GT4.

 

As corridas serão realizadas amanhã e toda acção pode ser seguida através das redes sociais oficiais, onde serão transmitidas as corridas (09h25 e 14h35) em directo, que serão também difundidas na A Bola TV.








Comments


bottom of page